Casa de Pianos | Blog

Na música, embora muitas vezes confundido com calibragem, a afinação corresponde ao processo de produzir um som equivalente a outro (embora provavelmente de timbrediferente), por comparação. É, assim, classificado qualitativamente como bom ou mau (boa afinação/má afinação).

A comparação pode ser entre uníssonos ou com intervalos vários. Próxima à afinação entre uníssonos está a utilização de um intervalo de oitava (por ser a mesma nota, embora numa escala diferente).

Um facto curioso que pode ocorrer durante a afinação (dependendo do instrumento), é a ressonância. Por exemplo, é frequente, durante a afinação de uma guitarra, uma corda reagir ao som de outra corda, sinal de que a afinação está bem feita.

A afinação pode processar-se de diversas maneiras:

aumentando ou diminuindo a tensão das cordas, nos instrumentos de cordas;
aumentando ou diminuindo a largura ou comprimento dos instrumentos de sopro;

Afinação e temperamento não são a mesma coisa. A afinação envolve o ajuste, por uníssonos ou intervalos naturais (que podem ser expressos por fracções de inteiros), da altura das notas de um instrumento às de um outro ou, por exemplo, de uma corda de guitarra a uma outra. Se o intervalo não estiver afinado naturalmente, ouve-se umbatimento produzido pelos harmónicos desafinados (uma vibração ondulante tipo «uáuáuáuá»); se estiver afinado, não se ouve esse batimento. O temperamento envolve o ajuste da altura de notas afastando os intervalos do seu valor natural «harmónico» para fazer com que os intervalos caibam numa oitava. Os intervalos resultantes geram batimentos e são intervalos que só podem ser expressos por números irracionais.

31 de janeiro de 2017

10 Fatos Sobre Piano

2 de julho de 2016

Já tenho piano quando devo afinar?

Já tenho piano quando devo afinar? R: É recomendado uma vez por ano chamar um afinador para conferir a afinação e o mecanismo do seu piano, […]